quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Nova Iguaçu: Público lota os três dias do Primeiro Seminário de Economia, Finanças e Desenvolvimento

Terminou hoje o 1º Seminário de Economia, Finanças e Desenvolvimento de Nova Iguaçu, promovido pela Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu e a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Durante três dias o auditório do Campus da Universidade Rural em Nova Iguaçu ficou lotado. Era um público ávido por informação, conhecimento e participação. Um público formado por estudantes, servidores públicos, professores, profissionais liberais e também de várias instituições do movimento popular como associação de moradores e sindicatos.

"Como um dos objetivos do seminário era popularizar o debate sobre economia, misturando saber acadêmico, saber popular e prática governamental, o seminário foi um sucesso", avaliou o vice-prefeito Carlos Ferreira, o Ferreirinha, que também responde pela Secretaria Municipal de Economia e Finanças.

Coube aos professores Carlos Pinkusfeld da UFRJ e a professora Luciana Ferreira da UFRRJ abrirem a primeira palestra do seminário com o tema "Economia Brasileira e Perspectiva de Recuperação", que fizeram um diagnóstico da situação econômica dos últimos seis anos e a dificuldade de recuperação a curto prazo, infelizmente. A mesa foi mediada por Carlos Ferreira, vice-prefeito e Roberto Rodrigues, pró-reitor de Planejamento, Avaliação e Desenvolvimento Institucional da UFRRJ.

O segundo dia contou com as palestras do professor e economista Mauro Osório da Silva, presidente do Instituo Pereira Passos, que falou sobre o "Pacto Federativo e as Finanças Públicas", suscitando o o debate sobre a participação dos municípios na partilha da receita dos tributos arrecadados pelo Estado e pela União. Logo em seguida, o economista da Firjan Riley Rodrigues dissertou sobre o tema "Desenvolvimento Econômico e Incentivo Fiscal", enfatizando a importância deste instrumento para desenvolver e aquecer a economia local. O secretário municipal de Meio Ambiente, Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Turismo de Nova Iguaçu Fernando Cid foi mediador desta mesa.

No terceiro e último dia do evento, as palestras foram ministradas pelo urbanista e arquiteto Vicente Loureiro, da Câmara Metropolitana do Rio de Janeiro e pelo professor Adrianno Oliveira, do curso de Economia da UFRRJ, que discorreram sobre o tema "Desenvolvimento Regional e Economia na Baixada", levantando os problemas, as potencialidades e as vocações da Baixada, tendo Nova Iguaçu como eixo central. O tema "Crise Brasileira e a Saída para os Municípios", ministrado pelo professor Jorge Natal, da URRJ, que brilhantemente substituiu a professora Inês Patrício, que estava adoentada, encerrou o ciclo de palestras, apontando o esforço que cada município tem que fazer para melhorar sua arrecadação, modernizar a máquina pública e dar transparência as suas ações, sobretudo no campo das finanças públicas. Alex Castellar, secretário de Assuntos Estratégicos, Ciência, Tecnologia e Inovação, também participou da mesa de encerramento, que teve como mediadores a professora Luciana Ferreira e o vice-prefeito Carlos Ferreira.

Encerrando o Seminário, foram feitos os agradecimentos aos palestrantes, aos participantes e a direção do Campus da Universidade Rural em Nova Iguaçu, bem como aos membros da Comissão Organizadora formada pelos seguintes membros: Alex do Valle, Ana Paula Vieira Costa, Beatriz Cavalcante de Oliveira Barros, Gabriela dos Santos Araújo, Gláuber Julião Oliveira, Thaís Côgo (alunos do curso de Economia da UFFRRJ), professora Luciana Ferreira, pró-reitor Roberto Rodigues, Jurandi Ferreira Junior, Roberto Santiago e Flávio Médici (servidores da Prefeitura), Fernando Cid, secretário municipal, além do vice-prefeito Carlos Ferreira.

Toda cobertura do evento, inclusive com o conteúdo de todas as palestras, poderão ser vista pelo site: www.desenvolveiguacu.com.br que ficará permanente no ar até a realização do segundo encontro.














Nenhum comentário:

Postar um comentário