quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Dia do combate ao diabetes


Diabetes mata quatro vezes mais que Aids no Brasil, diz Ministério da Saúde

Este dia 14 de novembro é marcado por ser o dia nacional do combate à diabetes, uma doença muitas vezes silenciosa e que já atingiu aproximadamente 10 milhões de brasileiros, de acordo com os últimos estudos. A apresentação de casos novos continua crescendo de maneira alarmante.

A diabetes é a incapacidade do pâncreas em produzir a quantidade de insulina necessária e, consequentemente, causa um aumento anormal do açúcar ou da glicose no sangue. O especialista João Cesar Castro Soares, endocrinologista do Spa Fazenda Igaratá, explica que doença pode causar algumas complicações como amputação de membros, cegueira definitiva e longo prazo para tratamento de dialise. "Entretanto, nunca é tarde demais para descobrir e tratar a doença", diz. Existem alguns métodos preventivos para a doença: "hábitos de vida, controle do peso, dieta alimentar balanceada, atividade física regular e ter controle periódico médico para controlar os níveis glicêmicos", conta.


Um levantamento do Ministério da Saúde publicado ontem, dia 13, mostrou que a diabetes mata quatro vezes mais pessoas do que a Aids e supera também o número de mortos em acidentes de trânsito.

Os dados divulgados se baseiam em números de 2010, quando cerca 54 mil morreram por consequência direta da diabetes. Outros 68,5 mil, aproximadamente morreram de outras doenças, como câncer e problemas cardíacos, mas tinham a diabetes como um fator associado, que agrava o quadro dessas enfermidades. No total, quase 123 mil diabéticos faleceram.
Como comparação, no mesmo ano o HIV provocou a morte de em torno de 12 mil pessoas, enquanto os acidentes automobilísticos causaram cerca de 42 mil óbitos.

Entre 2000 e 2010, mais de 470 mil pessoas morreram em todo o Brasil em decorrência da diabetes. A taxa de mortalidade saltou de 20,8 por 100 mil habitantes, em 2000, para 28,7 por 100 mil habitantes, em 2010.

Academia da Saúde
Para tentar frear o avanço da doença, o Ministério da Saúde anunciou que pretende implantar o programa Academia da Saúde, com pontos que facilitem a prática de exercícios físicos na comunidade. Os postos devem oferecer ainda orientação nutricional. Até 2014, o Ministério prevê inaugurar 4 mil locais deste tipo.
O Ministério lançou também um portal voltado aos pacientes com diabetes, que inclui informações sobre a doença e dicas sobre alimentação e atividade física. O site inclui ainda uma lista de sintomas da diabetes, para facilitar o diagnóstico de quem ainda não sabe que tem a doença. O endereço é autocuidado.saude.gov.br.

O portal tem uma linguagem bastante simples, para atingir a população em geral. Contudo, parte do público-alvo são os próprios profissionais de saúde, responsáveis pelo atendimento direto à população. “É o trabalho desses profissionais de saúde que acreditamos que tem um papel fundamental”, afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.



Fonte: Portal G1



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário