quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Impasse entre as redes estadual e municipal de educação pode deixar alunos sem aula em Nova Iguaçu em 2012


Pais e alunos de vários colégios da rede estadual de ensino, sobretudo os do Instituto de Educação Rangel Pestana, estão vivendo um drama em Nova Iguaçu. É que a partir de 2012, várias escolas estaduais somente irão atender o ensino médio. O ensino fundamental (até o 9º ano) ficará sob a responsabilidade da rede municipal, que por sua vez admite não ter mais vagas . Com isso, milhares de alunos não sabem se no ano que vem estarão numa sala de aula, seja do estado ou do município. 

Na tarde desta quarta-feira, o vereador Carlos Ferreira, o Ferreirinha (PT), presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, recebeu um grupo de pais, alunos e professores que, acompanhados de dirigentes do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação - SEPE, denunciaram o grave problema e pediram o encaminhamento de uma solução.

Como a situação envolve as redes estadual e municipal, Ferreirinha marcou uma audiência nesta quinta-feira (01/12), com o deputado Comte Bittencourt (PPS), presidente da Comissão de Educação da Assembléia Legislativa (ALERJ), com a presença de uma comissão de pais e representantes do SEPE, a fim de buscar uma solução para o caso. "Temos que resolver isto rapidamente, antes das férias escolares", disse Ferreirinha.




Um comentário:

  1. Educação é a base da sociedade, vamos lá Ferreira!!!

    ResponderExcluir